Transformando a dor em triunfo

11/05/2018

"O ano de 2017 foi cheio de surpresas. Foi um tempo de muito aprendizado e dor. Comecei o ano bem animada por ter passado na escola CTMDT (Centro de treinamento ministerial Diante do trono). No mesmo período que eu estava lá, recebi uma notícia que realmente me abalou muito. Meu irmão do meio estava com câncer. E agora? Pensei.

 "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós."

1 Pedro 5.7 

Foi um dos versículos que o Senhor trouxe ao meu coração. Não foi nada fácil, mas o Pai estava cuidando de tudo. Minha preocupação era que meu irmão não tinha confessado Cristo como Senhor e salvador. Eu tinha muito medo que ele partisse sem ser salvo. Tive o privilégio de ir visitá-lo duas vezes. Ver ele todo debilitado por conta da quimioterapia foi muito difícil. Mas o Pai estava cuidando de tudo.
O Senhor me avisou duas vezes que o levaria para perto dEle, chorei demais, pois minha esperança era que ele fosse curado.
No dia 30 de novembro recebi a triste notícia de seu falecimento. Mas também recebi a notícia de que uma semana atrás ele tinha confessado Cristo como Senhor e salvador de sua vida. Existe a dor no meu coração, mas também exite a esperança de um dia poder me encontrar com ele.
A história de Jó, me ajudou muito a refletir neste período da minha vida.
Pude compreender que estava sob minha responsabilidade decidir o que fazer com tais sentimentos. Assim como Jó em meio sua dor adorou, eu também decidi adorar. Porque d'Ele por Ele e para Ele são todas.
Transformei minha dor em triunfo diante de Deus.
Por mais que seja difícil, algumas situações em nossas vidas, precisamos escolher: Reclamar ou adorar? De uma coisa eu sei, decidi confiar, e sabe de uma coisa? Valeu a pena.
Espere e confie, pois o Pai está cuidando de tudo."

- Brenda Carolina de Paula Cunha

19 anos, Valparaíso/Go